8 dicas para escolher a cortina certa para a sala

Na sala de estar (ou na sala de jantar) as cortinas são como complementos essenciais para a decoração, além de seu componente funcional: a proteção térmica e o controle da luminosidade. Confira 8 dicas para escolher a cortina certa.

Escolha a cortina sob medida para a sala de estar e de jantar

1-    Considere a luminosidade correta para o cômodo

Cortinas podem ser mais espessas ou mais delicadas, mais escuras ou em tonalidades claras, mais curtas ou até o chão. Leve em consideração a atmosfera que deseja criar na sua sala, seja de estar ou jantar, e veja qual a melhor opção que casa com o seu estilo.

2-    Escolha primeiro o modelo que mais lhe agrada

Existem diversos estilos de cortinas que podem ser usados na sala: com tecido franzido, com pregas de diversos tipos, montadas em varões ou trilhos, e até mesmo com mecanismos de movimentos verticais de várias formas e modelos.

Antes mesmo de escolher a cor, veja qual modelo faz mais o seu gosto.

3-    Combine o comprimento com o estilo da sua sala

Com relação ao comprimento, a cortina longa confere mais elegância e aconchego, enquanto as curtas servem para montar um ambiente mais simples e descolado.

4-    A escolha da cor

A cor das suas cortinas fará toda a diferença no cômodo, por isso esse é o passo mais importante. O tom da cortina precisa estar de acordo com a decoração

A melhor forma, e a mais segura, de escolher a cor para a cortina da sala é optar por uma que case com os tons já encontrados nos outros objetos decorativos do cômodo.

Se preferir, as cores neutras e claras também trazem equilíbrio de forma mais prática para qualquer tipo de decoração, deixando o ambiente mais clean e calmo.

5-    Cuidado com as cortinas estampadas

É possível sim aliar bom gosto com cortinas coloridas e estampadas, porém é preciso tomar cuidado, e é até mesmo recomendável procurar um profissional em decoração de interiores.

As cores das estampas precisam harmonizar com móveis, objetos e acessórios, para que o ambiente não fique poluído visualmente.

As estampas mais ousadas são aquelas com figuras geométricas. Costumam ser de muito bom gosto, mas precisam ser usadas em um contexto apropriado, de forma bem dosada com os demais móveis e utensílios.

6-    Deixe as cortinas por último

Como o estilo, o comprimento e as cores das cortinas obrigatoriamente precisam casar com o restante da ambientação, como os tipos de móveis, objetos e papel de parede, é melhor que a escolha da cortina seja a última fase da decoração da sala.

7-    Utilize molduras de isopor

As molduras de isopor, além de fornecerem acabamento para a decoração, também podem funcionar como cortineiro. Esse tipo de decoração é como a cereja do bolo que une cortina e teto da forma mais elegante possível, garantindo um visual delicado, justamente por esconder o início da cortina.

8-    Preste muita atenção na hora de instalar

É preciso ter muito cuidado na hora de instalar as cortinas, independente do modelo escolhido. Lembre-se sempre de acrescentar, ao menos, de 15 a 20 centímetros a mais em cada lado das janelas, para cobrir um pouco além da janela e funcionar perfeitamente para medir a iluminação e incidência do calor que vai entrar no ambiente.

Escolha as cortinas perfeitas na Casa do Papel de Parede

Na loja de papel de parede, você encontra modelos de cortinas para todos os gostos e ambientes da casa, além de diversos modelos de papel de parede e molduras para teto, de forma que você pode encontrar tudo o que precisa em um só lugar, com máxima qualidade.

Navegue pelo site para conferir todas as novidades!



Deixe uma resposta