Jornal da Tarde – Revestimento vai parar no lavabo

Não existe mais ambientes menos convencionais para o uso do papel de parede. Um exemplo é o lavabo do apartamento do engenheiro Fiore Mangone, que optou pelo produto vinílico para inovar e descaracterizar o cômodo.

“Decidimos pelo papel de parede para não deixar aquele tradicional azulejo no lavabo”, conta Mangone. Foi escolhida uma estampa com imagens de bambus para ser aplicada em uma das paredes e outra de cor bege nas demais, acompanhando a padronização. Entretanto, não é recomendável utilizar em banheiros por conta da umidade do ambiente.

Ele diz que foi a primeira vez que utilizou o revestimento e não se arrependeu. “Estudamos algumas outras opções de revestimento. Queríamos fazer uma área diferente com algum revestimento que tivesse relevo, mas que não fosse textura porque acabaria fazendo sujeira. Por isso optamos por uma coisa mais prática”, relata o engenheiro.

Mangone conta que à princípio chegou a preterir o papel de parede porque achava que não haviam muitas opções. Foi à loja e logo mudou de idéia. “Tinha uma imagem antiga do papel de que tinham opções. Hoje em dia, tem uma diversidade enorme. São tantas estampas e texturas que acabamos optando pelo papel”, conta.

A variedade de modelos é tamanha que o engenheiro acabou convencido de aplicar o revestimento também em outro ambiente do seu apartamento. Colocou em uma das paredes da sala de jantar uma estampa que imita textura nas cores verde e branco “para dar um toque diferente naquele ambiente”. “Aparentemente ficou bem bacana”, comemora.

Ainda na fase de mudança para o imóvel novo, Mangone diz que a aplicação, feita por profissionais especializados, foi rápida. As paredes estavam cobertas apenas com tintas acrílicas. Já no lavabo, conta, foi preciso cobrir o rejunte dos azulejos com massa para nivelar a superfície e evitar falhas e marcas durante a aplicação.

Segundo ele, foram gastos cerca de R$ 2 mil com todo o revestimento novo na casa. A opção pelo material vinílico, diz ele, foi por conta da melhor durabilidade e resistência do produto e pela manutenção mais prática. “Ele é mais resistente que os outros e tem mais opção de limpeza”, afirma.


Deixe uma resposta